quarta-feira, junho 22


Extrema-Direita??? NÃO!


Escrevo este post por estar farto de me justificar sempre que digo: sou nacionalista ! Sim, sou nacionalista! Depois apelidam-me logo, os hipócritas e amigos do sistema, com expressões fáceis, iliteradas e sem fundamento, como vou passar a citar:" epah, és um faxo!" "Nazi!" "Racista, Xenófobo!"...entre outras frases que vocês estão habituados a ouvir. Mas eu pergunto-me, qual é a ilegitimidade e o crime de defender a minha Pátria, o meu povo e o cumprimento exímio da lei? Qual é o preconceito de associar o crime à imigração desregrada e à falta de uma mão pesada no nosso sistema político? Qual é, de facto, o problema de apontar e defender a Verdade? Sim, porque esta é a verdade e só não vê quem nao quer, ou não pode... Porquê a irracionalidade de criticar algo que é, ou seria, normal defender? São tudo perguntas para as quais não encontro uma resposta directa e esclarecedora. Gera-me alguma confusão e revolta ver que uma causa tão nobre e justa como é a nossa ser apelidada de criminosa e inimiga do Homem! Ora esses energúmenos que tanto criticam, talvez se soubessem realmente o que é o Nacionalismo e toda a filosofia que defendemos e proclamamos, por certo, notariam que é ILEGÍTIMO, INJUSTO E ABSURDO estarem constantemente a insultarem-nos.
Nós defendemos o índividuo. O nosso ideal protege-o, através de uma Nação justa, igual, imparcial e legal. Qualquer Português e mesmo muitos imigrantes deveriam sentir-se orgulhosos com a nossa ideologia. Não há perseguição à pessoa humana. Pelo contrário, pretende-se que o indivíduo honesto e trabalhador seja premiado por isso mesmo. Seja ele branco ou negro, português ou estrangeiro. Óbvio que sendo português, está primeiro, e deve ser prioridade para a Nação. Claro que existem imigrantes e sempre existirão, mas a questão concreta é se se trata de imigração ou invasão. Se os imigrantes vêm para cumprir a lei e trabalhar segundo as normas da República Portuguesa ou vêm para afronta-la e roubá-la (não se podendo generalizar, como é obvio). A questão é se a lei actual está correcta e se protege os Portugueses. E aqui, para os mais radicais de esquerda, digo-lhes com toda a frontalidade que não admito demagogias sobre os Direitos Humanos, porque não existe nenhuma afronta aos mesmos nas ideias que defendemos. O que defendemos é o indivíduo no seu expoente máximo com uma Nação que o protege. Aos nativos e aos estrangeiros que alberga. Mas há que explicar que a Lei existe para se cumprir e não são tolerados abusos à mesma!O Estado tem de ser Forte, e com Mão Pesada! Um cidadão estrangeiro vem trabalhar, mas tem de cumprir a lei. Não cumpre então perde o direito de poder usufruir dos bens e recursos do nosso Nobre País! Ou seja, tem de ser repatriado porque não é Português! Não são as teorias de "somos todos cidadãos do mundo" que são a solução, na minha opinião. As Nações existem há milénios e estão na génese de toda a formação da raça humana. Não podemos acabar com este(s) valor(es). Tudo o que o(s) afronte será uma clara intimação à continuidade do Homem. Ideologias Comunistas e afins são promotoras da promiscuidade e destruição do indivíduo e não podem mais ser toleradas de forma passiva porque são inimigas directas do ser humano. Há que alertar o povo para a Verdade. Esclarecê-lo.
Porque Portugal tem um povo e é uma nobre Nação, não podemos assistir à sua contínua destruição. Há que tomar uma atitude! Agora e já!
Por um Portugal Português e Europeu, mas justo e jamais Demagogo!

Sem mais nada a acrescentar só me resta focar este ponto -> Não somos Extrema-Direita, somos Nacionalistas! Os assassinos do povo não somos nós...!

19 comentários:

Anónimo disse...

BLABLABLA....BE ao poder!
Voces têm de ser presos!

Portugues disse...

É uma lição para os que só falam de racismo e xenofobia. Muito Bem.Continuem o bom trabalho!

joão sem medo disse...

BE? Bando composto de filhinhos da burguesia. Quero ver quando um dia tiveres um emprego decente se ainda vais nas patranhas do social-fascista Louçã.
Nunca. BE é igual a opressão, a estlinismo criminoso. Foram grande cabrão. Vai trabalhar.

D. Afonso Henriques disse...

BE ao poder é a tua opinião fundamenta-a se fores capaz

Padeira de Aljubarrota disse...

EU sou nacionalista!

Anónimo disse...

Sim, BE ao poder. Somos todos iguais e temos direito ao mesmo! A um estado profundamente socialista, onde o individuo produz para todos e nao ha apego aos bens materiais! Uma sociedade sem individualidades, apenas com um Chefe que nos conduza! E não sao admitidos opositores, porque a nossa ideologia é para todos....Já está bem fundamentado?

D. Afonso Henriques disse...

é possivel viver sem apêgo aos bens materiais?? .. é possivel motivar as pessoas a produzir para todos? ..e se eu trabalhar mais que tu mereço ganhra o mesmo??... se um individuo tem mais capacidades que outro não tem direito a desenvolver as suas capacidades??.. não há individualidades??...a nossa ideologia é para todos?? ...consegues responder a isto???
não tenhas duvida que a criação de marx é de uma genialidade tremenda mas não tem qualquer aplicação prática

Anónimo disse...

Não tem aplicação pratica? e qual é a tua autoridade para dizer uma barbaridade dessas?
Claro que o individuo pode viver segundo a nossa ideologia. É preciso informa-lo, consciencializa-lo para que aja como nos queremos para um Estado igualitário e colectivo. Um estado Laico, sem classes, sem patroes...

D. Afonso Henriques disse...

não deste resposta às perguntas..


China (65 milhões de mortos); União Soviética (20 milhões); Coréia do Norte (2 milhões); Cambodja (2 milhões); África (1,7 milhões, entre Etiópia, Angola e Moçambique); Afeganistão (1,5 milhão); Vietname (1 milhão); Leste Europeu (1 milhão); América Latina (150 mil entre Cuba, Nicarágua e Peru) isto não é mais que a falência completa dessas ideias anarquistas

XaNaX_C_CerVeJa disse...

no meio de tanta parolice só uma coisa merece reparo: as nações como as conhecemos não existem há milénios.

estuda um pouco de geopolitica

Licínio Chispes disse...

Um dos problemas deste país é o medo/vergonha que as pessoas têm de ser consideradas patriotas. O pós 25 de Abril criou isso. É "normal" que individuos que pisem a bandeira nacional se tornem 1º ministros e presidentes da Républica, ou então quem beije a bandeira Sovietica venha a ser ministra dum governo de direita. No entanto os patriotas são discriminados pela sociedade.

BastonadasNacionais disse...

Grande post Ze do Telhado! Identifico-me plenamente com a vossa posição! Bom trabalho!

Aqueles que nos vêm contrariar com argumentos tipo"be ao poder" SÃO OS QUE SE ASSUSTAM COM O TRABALHO DURO E HONESTO! Numa sociedade de igualdade, cada um tem direito áquilo por que luta e que é capaz de conquistar com o seu esforço! Por isso é natural a nossa causa lhes faça tanta confusão, é tão mais confortável contestarem tudo e todos e não fazerem absolutamente nada pelo nosso País!
Saudações Nacionalistas!

Peppa disse...

Bem acho que ninguém consegue ficar indiferente ao "BE ao poder" ou até mesmo "Somos todos iguais e temos direito ao mesmo" Não somos todos iguais, isso é humanamente impossível, não somos clones uns dos outros, logo ha personalidades diferentes, culturas diferente, ideologias diferentes e consequentemente pessoas boas e pessoas más, ora isto quer dizer logo a partida que a tua ideologia é utópica e Romântica!

Se ha pessoas boas e pessoas más era impossível vivermos nessa tua sociedade utópica "felizes para sempre".

Ideologias que têm por base ideias como

A classe dominada só se liberta da exploração que a classe dominante exerce sobre ela quando o comunismo triunfar, isto é quando toda a propriedade privada for abolida e substituída pela propriedade colectiva e todos os meios de produção passarem para as mãos do Estado. A extinção das propriedades privadas implicaria a extinção das desigualdades sociais desapareciam os antagonismos...

Ora isto é uma perfeita estupidez! 1º porque é impossível ser aplicado á sociedade de hoje, a não ser pela força, mas soluções pela via da violência e marginalidade não têm em vista o bem-estar colectivo!

Se olhares para a história podes ver exemplos disso na Rússia (antiga URSS), era tudo muito bonito, nacionalizar os bens de produção, operários sem qualificação á frente das fábricas e organizados em Sovietes e tal, mas e os antigos donos dos meios de produção, não fazem parte da sociedade? e o bem-estar deles não conta? Ah afinal essas tuas ideologias utópicas não são bem para o bem-estar de TODA a sociedade! E por este ponto de vista não somos todos iguais.


Mas continuando no campo da igualdade, se somos todos iguais, temos os mesmos direitos e trabalhamos todos para uma causa comum, que legitimidade teria um chefe?

"Uma sociedade sem individualidades, apenas com um Chefe que nos conduza!".

"não ha apego aos bens materiais!"

É me impossível acreditar que tu, qualquer outro bloquista e principalmente o Louçã (que toda a gente sabe que é rico) fossem capazes de uma coisa dessas!

Nascemos e vivemos numa sociedade de consumo, já faz parte da nossa cultura, da nossa ocidentalidade e não são ideologias utópicas que vão conseguir mudar essa condição.

"E não são admitidos opositores, porque a nossa ideologia é para todos"

Agora pergunto, és a favor da igualdade entre todos os cidadãos ou de uma ditadura?

Pensa bem! E acorda para a vida!

peppa disse...

Zé do Telhado, desculpa lá este desabafo! Quanto ao teu post podia estar perfeito se ñ fosse aquela parte “O Estado tem de ser Forte, e com Mão Pesada!”. Não achas que é demasiado Salazarista! Já agora “Deus, Pátria e Família”, enfim...

Mas tenho que confessar que mesmo que não estivesse assinado, esse post podia estar entre muitos outros que eu percebia logo que era teu! Lol

Beijinhos

Ze do Telhado disse...

Antes de mais, muito obrigado pelos comentários.

Depois, apenas um pequena consideração em relação ao teu desabafo. Já devias saber que as ideologias comunistas, sejam elas trotskistas, estalinistas, ou que merda seja, todas apelam a uma ditadura sem limites, sanguinária e assassina do povo. Por isso o tal bloquista mesmo que acorde para a vida, sempre que defender tais ideologias está a defender o assassíni do povo. Praticamente, nem há diálogo possivel com pessoas tão pouco instruidas.

De resto, obrigado pelo comentário mais uma vez.

Beijinho ;)

Anónimo disse...

E depois? Salazar foi mau?
Antes os males do Salazar do que os males desta democracia assassina da Naçao.

Duarte Silva e Souza

JB Bettencourt disse...

Epa, sou de esquerda, ou como alguns de voces me apelediriam, de extrema-esquerda. Mas primeiro não posso deixar d elogiar o teu post. Fizeste uma boa exposiçao das tuas ideias. No entanto, nao concordo em nada com elas. Mesmo asim, é bom ver que a vossa oposição já não é feita so por deliquentes skinheads que se tivessem o 9ºano ja era obra...e ver que ja estao a construir um movimento solido em termos intelectuais e filosoficos...

Mesmo assim...nao vao a lado nenhum...

BE ao poder

Ze do Telhado disse...

É optimo ver que a discussão está forte.
Obrigado pelos elogios, mas preferia que fossem criticas construtivas para termos base para um debate.
Por exemplo, em vez de dizeres " não vao a lado nenhum" dizias pq achas iso. Deixa os elogios em casa esquerdista. Se tens alguma coisa a dizer diz, mas objectivamente. Que o nosso movimento está mais forte intelectualmente, não é novidade, não é de agora...Agora em termos de aderentes,talvez concorde...

Abre os olhos,junta.te a nos porque és portugues e estás a tempo de mudar! Portugal tem futuro conosco...todos unidos! VIVA PORTUGAL!

Anónimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP clutch hose 1992 isuzu rodeo Sexy and horny latina girls nfl betting social ecology model 500nv upright freezers Turnkey vw engines Protonix ignition module cheap car rental Compare insurance multi quote travel trip peugeot 206 gti racing hair loss treatments products review How to steal audi a4 Freelance tech writers Air travel with a accutane birth defects Asian boy anal Texas striper fishing Used gmc suburban for sale pa peugeot