sexta-feira, junho 30


"ME CAGO EM DIOS" - DENÚNCIA DOS PATROCINADORES

Junto retransmito em anexo informação que julgo ser pertinente divulgar.

"Recebi esta informação. Penso ser nosso dever divulgá-la.Continua a ser o dinheiro de todos nós a patrocinar toda a "merda" que passa pela cabeça destes falhados das "artes".Imaginem uma empresa a produzir o insuficiente para cobrir os custos do que produzem. Assim é com o que este tipo de grupos produz... serve apenas para justificar os pedidos de patrocinio ou ajuda estatais. E os "nossos representantes" cedem (também não lhes sai do bolso e assim podem ser uns gajos porreiros).
Caros amigos:
Pedimos desculpa pela ousadia deste email, mas temos direito à indignação. O Teatro da Comuna está a exibir (ou vai exibir) uma peça espanhola que se chama "Me cago en Dios" e está a exibir cartazes de promoção em que aparece uma retrete aonde está a ser lançada uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, um Crucifixo e outros objectos de culto. Envio-vos a lista dos patrocinadores (e respectivos endereços electrónicos) e peço que divulguem porque isto é absurdo... Não queremos proibir nada, nem coarctar a liberdade de expressão e de arte. Queremos é que não seja o Estado, nós, a pagar isto...Como verão, são quase todos instituições do Estado.
Patrocinadores:
Centro Cultural de Belém:
ccb@ccb.pt
Instituto das Artes:
geral@iartes.pt
Embaixada de Espanha
Câmara Municipal de Lisboa
Fábrica Valadares:
comercial@valadares.com
joanaulisses@valadares.com
Teatro da Comuna:
teatrocomuna@sapo.pt
Se concordam connosco, divulguem e manifestem indignação.
Se discordam, pedimos desculpa pela ousadia e tempo ocupado."

8 comentários:

besta mecanica disse...

Lá está. A habitual confusão entre Liberdade e libertinagem.

radial disse...

Os "suspeitos do costume" continuam a fazer das suas. São sempre os mesmos. Já sabiamos que todas as iniciativas que sejam contra a nossa identidade são bem vindas por esses traidores.

Santos R. Queiroz disse...

Fazem muito bem em divulgar. Há informação na Internet acerca do assunto e devo acrescentar que tanto o teatro "A Comuna" como o CCB se demarcaram. O primeiro, disse que só alugou o espaço, o segundo que os deixou fazer os ensaios, apenas, e não apoiou a encenação ou o seu conteúdo.

É muito revoltante que uma grande parte dos contribuintes tenha religião e pague para que aconteçam coisas destas (parece que nem só o Cristianismo é visado). Já estava na altura de divulgarem de que maneira são atribuídos os subsídios.

Santos R. Queiroz disse...

*Quem os atribuiu, note-se.

Anónimo disse...

Depois venham falar dos muçulmanos e dos cartoons. Estão muito bem para eles. Não querem censurar apenas querem que o Estado o faça por vocês.

jacobino disse...

o estado é LAICO, mestre de avis. quer tu queiras, quer não queiras. se te sentes ofendido, vais a um tribunal. autos de fé, já acabaram há muito tempo.

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you!
»

Anónimo disse...

best regards, nice info » » »