quarta-feira, novembro 15


A B O R T O - a barbárie II

" Um ginecologista da Harley Street, em Londres, vende fetos para uma fábrica de produtos químicos para a produção de sabão e cosméticos. Faz abortos de sete meses e, certa vez, não teve tempo de matar quatro bebés extraídos quando já formados e que, um ao lado do outro, choravam como desesperados." então o médico assassino disse: " Era uma pena jogá-los no incinerador, porque eles tinham muita gordura animal que poderia ser comercializada (...)".


IN Bebés para queimar, Michael Litchifield e Susan Kentish, Ed.Paulinas, São Paulo, 1977, p.153

7 comentários:

Anónimo disse...

fodasse..

besta mecanica disse...

O que distingue esse médico de outro psicopata? Nada, são os dois tipos de assassínios sanguinários com um profundo gosto pela morte e uma indiferença para com a Vida.

Bom post

Anónimo disse...

Horrendo

anti-reds disse...

se isso é verdade (?????) é HORRENDO, mas é sobretudo um caso de policia pois aos sete meses de gestação não temos abortos mas sim partos provocados com nascimento de prematuros.

Ze do Telhado disse...

Tem ali a fonte, se quiser confirmar dirija-se a uma biblioteca. Não forjamos depoimentos. De qualquer maneira, muito obrigado pelo seu comentario.

Anónimo disse...

Abortar en Londres

filomeno2006 disse...

Aborto = Crimen Abominable