terça-feira, dezembro 12


A B O R T O - a barbárie V



" Com que direito a lei obriga a mulher a ter um filho indesejado?
E tem-se o direito de destruir uma criança, só porque é indesejada? Ou tem-se a obrigação de remover as causas pelas quais ela se tornou indesejada?
Uma mulher grávida é mãe. O seu filho já existe. E, uma vez que o filho foi gerado, ela não pode livrar-se dele, matando-o, só porque é "indesejado".
Se o assassinato fosse estabelecido como solução para todas as situações indesejadas na sociedade, teríamos o retrocesso do mundo ao estado de barbárie e a instauração da lei da selva.
Se o filho é indesejado, que seja dado a alguma outra família que o queira adoptar.
Uma lei que torne ilegal o aborto procura apenas evitar que uma mulher mate o seu filho, enquanto este se desenvolve no seu útero."

IN Aborto - 50 perguntas e respostas em Defesa da Vida Inocente

3 comentários:

José Brito disse...

de louvar mais um blog empenhado na causa pela Vida. Os meus sinceros parabéns.

Anónimo disse...

Quem é o Homem para decidir sobre a vida de outra pessoa? com que direito e falsas pretensões morais se aniquila um ser humano VIVO? Porque ele vai nascer infeliz? Porque não haverá condições para se concretizar? a VIDA é um dom, não uma escolha;a mulher não tem o poder de escolher sobre ela, tem apenas o previlégio de a carregar!
Todos os dias agradeço a Deus e aos meus pais por me terem deixado ESCOLHER quando estava indefeso, quando a minha VIDA apenas da minha Mãe dependia; o mínimo que hoje posso fazer, é tentar proteger quem não tem ainda meios para isso. VOTA NÃO dia 11 de Fevereiro

Viva Patria
Viva Portugal!

Anónimo disse...

Viva um tiro na tua cabeça FILHO DA PUTA!