sexta-feira, dezembro 22


Bom Natal Portugal!


O fim-de-semana natalício está aí! Muitos de nós estamos ansiosos por reencontrar a família, que a vida moderna desnecessariamente acelerada e por vezes o egoísmo instituído, apenas concilia numa reunião anual.

Aproveitem, que a nossa passagem terrena é fugaz e os já tão raros momentos de união com os nossos, se não forem usufruídos com tenacidade, pouco ou nenhum acrescento darão a esta necessidade que todos temos de partilhar e aprender com os que têm o nosso sangue.

È preciso valorizar os antigos, beber da sua sabedoria que nos ajuda a evoluir; colmatar as suas fraquezas que a idade não perdoou com a vitalidade que a nossa juventude nos proporciona e partilhar os momentos que nos vão aconchegar na sua ausência permanente.

Conviver com os contemporâneos numa troca de ideias e experiências, que pode ajudar uns a reencontrar o caminho e outros a não enveredar pelo erro; conversas que de certo nos acompanharão na vulgaridade do quotidiano, enquanto esta se tenta apoderar do nosso espírito.

Cuidar e estimar a prole, para que cresçam saudáveis de corpo e espírito e possam dar continuidade ao Bem que todos estimamos, esperança da Família tão importante e já tão rara.

Dizer a todos o quanto nos fazem falta, o tanto que sentimos e a certeza de que podem contar com um ombro e um braço amigo em qualquer altura ou situação.

Façamos isto sem hesitações! Para que não haja arrependimento.

Vamos aproveitar também para dar graças por estarmos vivos, e por tudo o que avida nos proporciona, de bom e de menos bom, sem mágoa e sem ressentimentos. Se não for tudo o que queremos, ter pelo menos o bom senso de apreciar o essencial da vida sem valorizar o fútil e o excedentário. Dar graças! Esperar por melhor mas aproveitar o agora. Dar graças! É sim muito importante apreciar o que temos, e agradecer.

A ingratidão e ambição desmedida estão na origem dos usuais queixumes de quem tem o que comer, mas nunca se sacia, tem quem amar mas não percebe, e assim passa uma vida mal apreciada.

Se o fazemos todos os dias, no Natal, o seu dia, vamos celebrar Cristo o nosso Salvador. Vamos exaltar o seu nascimento e o que nos trouxe, o que fez por nós e toda a glória de Deus. Encontrar ou reencontrar dentro de nós o Amor e a Compaixão, o Perdão e a Força para amar a Deus e os que de nós necessitam.

Que o Nascimento do Senhor não sirva apenas para encher-mos a barriga de comida e bebida como se de bestas nos tratássemos, e alimentar mais um pouco a nossa chama de consumista acéfalo como um vulgar ateu. Que sirva para nos unirmos no Amor que representa, e partilhar-mos a ceia e as oferendas, figuras da nossa estima partilhada.

A todos um excelente Natal na Paz do Senhor e na companhia dos vossos!

Bem-haja!

6 comentários:

besta mecanica disse...

Um Santo Natal a todos vós.

Paulo Cunha Porto disse...

Estando todos incluídos, gostava de precisar o meu desejo relativamente aos Autores do Blogue e Aos que lhes são queridos.

Padeira de Aljubarrota disse...

Um feliz Natal para todos os colaboradores e visitantes deste blog. Forte abraço

Ze do Telhado disse...

Muito obrigado. Um Feliz Natal para todos os que nos lêem e um especial abraço aos colaboradores.

Saudações

besta mecanica disse...

Feliz Natal atrasado. Saudações a todos os colaboradores e desejos de uma optima entrada no novo ano.

Cumprimentos

jb bettencourt disse...

Boas Festas.