sábado, janeiro 27


Caminhada Pela Vida


É já amanhã, não falte!

http://www.caminhadapelavida.org/

10 comentários:

Anónimo disse...

http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?idCanal=0&id=228283

Mestre de Aviz disse...

obrigado

Anónimo disse...

Augusto Emilio e Mestre de Aviz a presidencia!

Pantera disse...

Foi um grande dia de facto.

Abraços a todos vós.

Mestre de Aviz disse...

Caro Pantera, foi de facto um grande dia. Milhares de pessoas por um ideal nobre, foi muito bom.

Caro Anónimo, se não fosse monárquico talvez pensasse nisso, mas obrigado pelo apoio.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Estava a gozar consigo, não seja ridiculo, nao era apoio, era ironia lool Como se faz para ser ridiculo como voces?

Mestre de Aviz disse...

ridiculo? acho que você sabe muito bem ser ridiculo.

Augusto Emilio disse...

Para ser ridiculo como nós? Bem, o senhor colocou aqui um bom desafio. Os meus sinceros parabéns!
No meu caso, acho que foi uma boa educação dada pelos meus pais repleta de Amor, carinho e de respeito mútuo. Nos passeios familiares por terras e monumentos, aprendi a valorizar o património e a História do meu querido País.
O conhecimento adquirido através da leitura das grandes obras portuguesas e estrangeiras filtrado por um espírito crítico e veneração Civilizacional permitiram criar a pessoa que hoje sou e que apenas ambiciona o melhor para o meu Povo.
Acho que foi assim que caí no rídiculo de me rodear de pessoas interessantes, com um Amor Lusitano semelhante ao meu, num espaço, onde à falta de uma Pátria pensante, podemos trocar ideias.
Claro que podia ter o bom senso e a inteligência de andar a incomodar pessoas pelo ciberespaço com intervenções curtas e desnecessárias que nada acrescentam, mas sou assim - ridiculo!

Espero ter respondido à sua pergunta.

Bem-haja!

Thomaz Vaz disse...

Muito gostei de acompanhar, os grandes membros deste blog o Mestre de Avis e O Zé do Telhado pelas ruas de Lisboa na grande caminhada pela vida. Não há frio, chuva ou até neve que nos demova, e a força do Não reside exactamente na força e no poder que o amor pela vida tem. E por isso, acredito que apesar de toda a juventude que anda por aí de cabeça perdida, o Não pode prevalecer se quem acredita na infâmia que constitui o aborto tiver a coragem de lutar contra ele!
Um grande abraço amigo

anti-reds disse...

Caro Augusto, ainda bem que existem ridiculos como você!Bem haja!Se na nossa Pátria muitos ridiculos assim houvessem quão grande não seria o nosso Portugal!