quinta-feira, abril 5


Cartaz do Gato Fedorento

Mais uma vez, os Gato Fedorento surpreenderam toda a gente ao colocarem um cartaz no Marquês de Pombal, exactamente com as mesmas medidas e cores e usando o mesmo desenho do cartaz do PNR, colocado-o estrategicamente a escassos 2 ou 3 metros.

Ora, pelo que eu tenho percebido até agora, a canalha do Gato Fedorento, está a tentar usar dos seus bons atributos humorísticos, porque de facto são, para fazer propaganda política pelo lado esquerdo. Aconteceu com a campanha do aborto, em que, através de um "sketch", ridicularizando Marcelo Rebelo de Sousa, abusaram dos seus atributos, fazendo campanha, em pleno horário nobre de Domingo, da televisão pública, a favor da liberalização do aborto.

Agora, e mais uma vez, abusando dos dinheiros públicos, colocaram um cartaz, ridicularizando, a campanha política do PNR.

Mas será que a RTP e, indirectamente, os contribuintes, estão a pagar a estes quatro rapazes para dizerem o que bem lhes apetece e fazerem campanha pela extrema-esquerda? Propunha uma vista de olhos ao contrato que eles assinaram com a RTP para desmistificar estas dúvidas. É que torna-se ultrajante ver os programas de Domingo do Gato Fedorento e reparar que só as personagens de Direita são gozadas, ridicularizadas e humilhadas, sob a capa do humor, fazendo com que as pessoas não levem a mal, nem reparem na campanha socialista (coincidência das coincidências a cor do nosso Governo) que está a ocorrer!

Tudo bem que vivemos num Estado de Direito dito democrático, em que a liberdade de expressão, dizem ser ilimitada, mas essa liberdade de expressão, principalmente, quando envolve gozar indiscriminadamente com outras pessoas e deixar algumas mensagens subtis, com o dinheiro público, o dinheiro que todos os anos e em todas as transacções os portugueses deixam no cofre de estado, passa a ser propaganda política, uma afronta pessoal, um atentado aos direitos da pessoa, porque em vez de liberdade, temos libertinagem.

Acho que deviam reflectir nisto e gastar o dinheiro, o meu dinheiro e de todos os portugueses, em programas realmente educativos e ao mesmo tempo que entretenham as pessoas com qualidade e sem fins políticos, demagógicos e tentativas de lavagens de mente.

29 comentários:

Tiago Mendonça disse...

Os gatos fedorentos, já admitiram a sua tendencia de esquerda. Isso é assumido e normal, não podem é utilizar dinheiros publicos pa manifestar essa opinião, e no programa, penso que nada foi muito escabroso. Tambem satirizaram fortemente o engenheiro Sócrates. Mas como é obvio é grave, se o outdoor foi pago pela RTP, ai esta-se a pagar para quatro comediantes propagandarem a sua opinião. Depois acho que o outdoor também é um tudo nada ofensivo para com os portugueses, tal como, o do PNR foi ofensivo para com os emigrantes. Deve existir um respeito de opiniões. A reter : Não acho que o programa dos Gato tenha satirizado só as personalidades de direita. Segundo, deve se averiguar donde feio o financiamento para o outdoor. Uma outra nota, não me querendo meter na matriz ideologica do vosso partido. Acho útil, que alguém, se forem vós, por mim tudo bem, lembrem da necessidade de respeitarmos a nossa pátria, costumes e tradições. Alguém que diga que se deve impor um certo travão no rumo que a sociedade está a tomar, mas penso que a insistência na problemática dos emigrantes pode ser prejudicial para a afirmação credível dessa mensagem. Mais uma dica, de quem não terá legitimidade acrescida para as dar, mas a crítica violenta e insuluosa dos nossos adversários vira-se vezes sem conta para nós mesmos. Um abraço.

Mestre de Aviz disse...

Em primeiro lugar, nós não somos de partido nenhum. Quisemos com este texto, mostrar a falta de coerência e o dinheiro que o Estado português gasta mal no que diz respeito à RTP.

Em segundo lugar, em em 10 programas, satirizarem apenas uma vez uma pessoa de esquerda, é uma média que, no mínimo, deixa muito a desejar.

Quanto à questão da imigração. Para mim não é o mais importante neste momento. O mais importante seria, com certeza, a educação. Mas a imigração é um ponto também crucial na sociedade portuguesa, visto estarmos a ser invadidos desmesuradamente e nem os ilegais são repatriados. É revoltante, não acha?

Anónimo disse...

Engenheiro Socrates? Naaa

Anónimo disse...

que subtileza apagar o comment onde lhe aponto os erros de base do discurso... "Cairá aquele que esconde que é humano, porque não melhora, tenta ser o que não é..."
Também não esperava mais de um fascistazito...

Mestre de Aviz disse...

Educação acima de tudo.
Palavras ofensivas serão sempre apagadas!

Bem-haja

Luisa disse...

Nestas coisas de artistas, cómicos ou não, é pô-los num teatro. Quem os quiser ouvir e ver, paga o seu bilhete.

Mestre de Aviz disse...

É uma boa ideia!

Anónimo disse...

Nao eram ofensivas, eram apenas palavras críticas.

Anónimo disse...

Nunca me pareceu que os rapazes do Gato Fedorento propagandeassem de algum modo o governo do "engenheiro" Sócrates. À parte isso, pessoalmente achei bastante graça ao cartaz que colocaram e lamento que nem toda a gente tenha sentido de humor ou sequer seja capaz de realizar que o cartaz até tinha - lamentavelmente - razão.

Império disse...

Primeiro anónimo,

Dizer que "só podiam ser palavras de um fascistazito" a mim parece-me ofensivo, mas são opiniões.

Segundo anónimo,

Os gato fedorento não propagandeam o governo do senhor Sócrates, pior que isso! Andam a propagandear a extrema-esquerda, muito ao jeito, vá, do bloco de esquerda.

Melhores cumprimentos

Anónimo disse...

Wow, sensível o senhor. Exacto, são opiniões. Se não querem comentários ponham Comment Moderation, agora censurar uma crítica parece-me medo e complexo de inferioridade. O senhor não deve ser assim tão bom como pensa, por isso é que não aceita a crítica.

CTT disse...

Opa, anonimo, ja toda a gente percebeu q és um "comunazito" ou coisa do genero, portanto fico contente que andes por aqui a ler os blogs para ver se as coisas vao entrando nessa cabecinha...

Quanto ao post, nao concordo que os gatos andem a levar ao colo o governo, penso sim que estao a ser levados pelo comuna militante ricardo araujo pereira pelos outros 2 esquerdoides assumidos. O Quintela coitado tem q se sujeitar, pois é "moralmente superior" ser comuna, troitskista ou socialista

Que tristeza...

Anónimo disse...

Por acaso não sou comunista. Desprezo os extremos, quer à esquerda, quer à direita. Sou PSD.

Império disse...

Eu não digo que os Gato Fedorento andam a levar ao colo o governo. Digo sim que andam a ter intervenções de extrema-esquerda, subsidiadas pelos contribuintes e aplaudidas pela RTP.

Quanto ao anónimo que diz que é do PSD. Só tenho uma coisa a dizer-lhe: abra os olhos! Fartos de "críticas" dessas estamos nós!

Anónimo disse...

Se está farto de críticas, então abstenha-se de escrever. Assim, certamente que não as receberá mais.

Império disse...

Mais uma coisa, anónimo do PSD. O blog é nosso, fazemos o que queremos com ele e se quisermos apagar comentários apagamos! Que eu saiba somos "livres" de o fazer.

Império disse...

Abstenha-se você de cá vir!

CTT disse...

Errado! Este blog nao serve so para quem ja é pensa como este blog. É mais, penso eu, para "espalhar a palavra" ou "evangelizar" ;P

Portanto, nao concordo com este ultimo comentario do imperio. Principalmente quem nao concorda com o que é aqui (e noutros) escrito é q faz bem ler, pois como escrevi antes, pode ser que a coisa vá entrando nessas cabecinhas

Mestre de Aviz disse...

Não sei se percebi o seu comentário.

Pantera disse...

De facto o gato já cheira mal..:S

Abraço

Kruzes Kanhoto disse...

Infelizes os imigrantes que vem para esta merda de país. Temos uma classe politica que está a sugar os recursos da nação e que para manter os seus privilégios corta indiscriminadamente em sectores essenciais para a vida dos portugueses. Este Governo fechará metade do país nesta legislatura e o resto na próxima. Imigrantes fujam enquanto ainda tem dinheiro para a viagem!

joao pimentel disse...

depois d ler os comments tenho 2 pontos a reter:
1º: os gato nao tem de guzar com todos os lados da opinião publica.Eles nao sao jornalistas, nao sao juizes, nao teem o dever da imparcialidade.São livres d fazerem apenas sátira com a "direita" se assim o entenderem da mesma maneira que cada um é livre de desligar a televisão se não quiser ver.
2º: um recado para esse anonimo. Miudo, se queres dar opinião dá, mas se contrutivo e não caias no insulto barato e fácil.Este blogue nao me parece ser o blog do dragon ball

cumprimentos

Miguel disse...

Não vejo o cartaz dos Gato Fedorento como uma campanha de esquerda, pode ser que o seja, mas como uma forma de humor. Espero que eles também tenham a coragem de fazer o mesmo aos cartazes com as acefalidades do BE, PCP e outros que tais.

Augusto Emilio disse...

O senhor miguel ou é muito inocente ou não percebe nada de politica.

Bem-haja!

de Direita mas informado disse...

mestre d'avis,

Só para informar que o cartaz do gato fedorento foi pago pelo grupo que o compoe... e não por contribuintes!

Julgo que de comentários ingnorantes estão os portugueses fartos!

Mestre de Aviz disse...

Ao que parece até foi oferecido. Quando escrevi o texto ainda não se sabia, daí ter dito que tenha sido pago pela RTP.

Cumprimentos

camarada antunes disse...

assim como vocês são livres de apagarem comments e de escreverem os posts que quiserem, eles têm direito a dizer o que quiserem no programa deles! o que o contracto com a RTP diz, não sei, mas se temos um programa de humor político, como é o contra-informação, porque é que o gato também não pode ter?

ok, o vosso ponto é que eles estão a fazer propaganda de esquerda, porque so criticam personagens de direita. bem, eles têm direito a se expressarem, so ouve quem quer. assim como vocês têm direito de se expressar, e não critico os vossos posts por em 90% dos casos criticarem a esquerda.... simplesmente, não querem, não vejam.

e respondendo ao que alguem disse mais acima, não vai ser este blog que irá converter um comunista.

cumprimentos

Mestre de Aviz disse...

O problema é que o humo deles é pago por TODOS NÓS! Não percebe isso?

Não quero converter comunistas nenhuns. Para mim, são uma espécie nojenta, felizmente em vias de extinção.

Thomaz Vaz disse...

Numa simples descrição: Portugal é um país de pseudo-intelectuais de esquerda ou democratas hipócritas, que fecham os olhos ao buraco fundo para onde nos estão a empurrar à 30 anos. Enquanto isso uns há, que se divertem ridicularizando verdades e soluções que por serem verdadeiras, quer queiramos quer não, não podem ser escamoteadas!