segunda-feira, abril 30


O seu a seu dono

Escreve o PNR:

Nós, Nacionalistas, estamos “habituados” a ser conotados com “violência” e “perigo público”, muito embora, tal como temos sempre referido, não haja rigorosamente nada a apontar-nos.
Nunca houve o mais leve incidente ou violência que possa ser atribuído aos Nacionalistas ao longo da história do PNR. Nunca!
O nosso modo de estar é ordeiro e disciplinado. Respeitamos a lei e as forças da ordem.
Nunca destruímos propaganda política fosse de quem fosse. Nunca fizemos manifestações ilegais. Nunca agredimos a polícia ou praticámos actos de vandalismo.
Nunca!
Tais actos seriam, aliás, contra natura em relação ao Nacionalismo.

Leia mais aqui.

12 comentários:

Thomaz Vaz disse...

Uma vergonha a vandalização do cartaz do PNR (apesar de não estar minimamente ligado ao partido), o que só demonstra como a nossa democracia está salutar! Ridículos bobos foram para mais pôr ao lado um cartaz, em que sob a forma de comédia fazem a mais descarada cruzada contra a direita...
Enfim, nosso país.

Anónimo disse...

E dizem voces q nada têm a ver com o PNR loool ta certo

ninguem disse...

E se tivessem? Viva a liberdade!

Thomaz Vaz disse...

Se eu tivesse pessoalmente não me custaria a admitir, mas para que você se inteire não o sou. Sou apartidário no actual panorama político! Qual liberdade? Acaso acha que vive em liberdade? Ou em democracia??? lol para si também.

Anónimo disse...

falava dos membros do blog..nao de si. é que estes energumenos passam a vida a dizer que nao sao do pnr..isto e aqilo...e dps promovem as suas acçoes e discursos..enfim...

Augusto Emilio disse...

Desconheço o sentido com que utilizou a palavra energúmeno, no sentido superficial ou de desastre, mas também não me parece que o conheça. Seja como for deve ter como pretensão a ofensa, pelo que lhe deixo o conselho de procurar blogues mais vulgares.
Eu pessoalmente acho o PNR um partido mal orientado, prejudicado por patetas e gente sem formação. O que não quer dizer que por vezes as iniciativas que tomam e as ideias que defendem, não se coadunem com os ideais de um verdadeiro nacionalista.
Se um ou outro bolchevique vier defender os interesses nacionais não terei nenhuma espécie de vergonha em lhe dar razão e admitir o seu mérito.

Bem-haja!

Anónimo disse...

Sei bem o sentido que lhe quis dar. Foi superficial claro. Um pouco ofensivo talvez. Mas ofensivo é também mentirem aos vosso leitores, nos quais eu me incluia. Nunca vos vi publicitarem eventos de outros partidos, e já vi eventos que mereciam essa publicidade. Parece-me descontextualizada e um erro de estratégia, ligarem-se assim a um partido que pouco oferece.

Anónimo disse...

até porque o PNR é anti nacionalista se repararem bem. A maioria dos seus membros ama bandeiras estrangeiras e queria Portugal como lacaios dos germânicos. Lamento mas não tem nada a ver com o nacionalismo que voces diariamente mostram no vosso blog. O Nacionalismo portugues nao é racista, nao é supremacista, não é lacaio. Só conhece uma bandeira. Não se esqueçam disso. Assumam ao menos o vosso erro estratégico!

Mestre de Aviz disse...

Pode não ter nada a ver com aquilo que nos escrevemos diariamente no nosso blog, mas o PNR continua a ser o único partido nacionalista em Portugal. Sendo assim, ha certos eventos que eu acho que devem ser publicitados. Não obstante, o PNR tem membros que eu acho que nada têm a ver com o nacionalismo portugues, como tem outros que defendem a pátria com todos os seus dentes. Tal como todos os partidos, há divergências, podendo ser mais ou menos acentuadas.
Ainda assim, só publicitei este evento por achar que o dia 1 de Maio não pode ser uma bandeira dos partidos comunistas e dos sindicatos, mas sim um ponto chave na temática nacionalista, pois, mesmo antes do 25 de Abril, se festejava este dia.

Quanto ao suposto "erro estratégico", você pode chamar-lhe o que quiser. Quando houver partidos que defendam as ideias nacionalistas e o façam sem vergonha, como o PNR faz, serei o primeiro a publicita-los, nao tenha dúvidas, o que, inclusive, ja aconteceu com o Partido da Nova Democracia, aquando dos Estados-gerais de Direita.

Por fim, acho que o bom-senso deve imperar e isso implica discernir o que vem de bom ou de mau do PNR.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Acho que não é bem assim. São opiniões... O respeito atinge-se pela marcação da diferença. Pela definição de uma posição clara. Para mim o PNR tem linhas gerais interessantes, mas tem pessimos dirigentes, e um discurso pouco responsável na maior parte das vezes. O nacionalismo portugues faz-se com Portugal, nao se faz com suasticas e outros movimentos social-racistas, com marxismos e outros "ismos", como por exemplo a TIR, cujos alguns militantes são-no também do PNR.
Mas quem sou eu para vos dizer isto? Se querem ser mais uns radicais sem credibilidade, sejam-no.

Mestre de Aviz disse...

Concordo com tudo o que disse, mas mais uma vez lhe digo que há certos eventos e opiniões do PNR que correspondem ao que nós pensamos, o mesmo se passando com alguns eventos e opiniões do CDS ou do PND ou do PSD. É tudo uma questão de bom-senso.

Cumprimentos

Mestre de Aviz disse...

Mais uma coisa. Se você lê o nosso blog sabe perfeitamente que nós não somos "mais uns radicais sem credibilidade".

Cumprimentos