sexta-feira, maio 25


Tenham cuidado com o que dizem. Estamos em ditadura.

http://dn.sapo.pt/2007/05/23/nacional/o_professor_a_quem_caiu_o_em_cima_ca.html

5 comentários:

besta mecanica disse...

Onde estao os telejornais? onde estao as mega-reportagens? esta tudo cego?


A falta de vergonha impera. Impressionante.
Eu sabia q estvamos a caminhar para uma ditadura.
é descarado.

Escâdalo.

Sinto revolta.

Não sei o que dizer, mas isto tem de mudar.

Vergonha, é o que sinto.
Não por ser português, mas por ter estes assassinos do povo, como lhes chamava o camarada Zé do Telhado à frente do País.

Deus, por favor, espero não estar a blasfemar, mas não deixes Portugal ao Mal. Rogo-te. Por favor.

Peço desculpa pelo meu comentario eventualmente mais emotivo, mas cheio de pensamentos revoltosos. Por momentos foi-me impossivel evitar a explosao emocional. O coraçao fala mais alto, porque Portugal é o meu Pai, a seguir a Deus. A minha família.

Cumprimentos

Mestre de Aviz disse...

Compreendo perfeitamente, porque eu sinto-me exactamente dessa maneira. Já não sei o que fazer.

antónio rui andrade disse...

o sr. enegenheiro sócrateslimita-se a governar portugal para o nosso proprio bem e não vejo onde esteja a ditadura se todos podemos criticar mesmo, que mal. se esse senhor professor anda lá pelo sitio de onde se governa a educação dos nossos filhos a insultar e dizer mal de quem lhe dá o pão para a boca então, a senhora que lhe pos um processoi não fez mais que a sua obrigação de lealdade pata quem lhe põe o pão na mesa. então o que seria das empresas se os seus funcionários andassem para lá a dizer mal de quem lhes d+á trabalho???? não eram logo despedidos???? que eu saiba o sr ainda tem trabalho e isso até acho um sinal de fraqueza do governo ou, de bom coração vá lá, porque ele disse mal do senhor engenheiro sócrates e ainda tem emprego. eu acho que não devia de ter!!! não se fala mal de quem nos dá de comer e ele pediu-as. mas vê-se logo de onde é que isso veio porque veio de um professor e os professores para mal, dos nossos filhos, são uma cambada de calasseiros que não fazem nenhum e ganham rios de dinheiro para nos roubar os impostos.

Mestre de Aviz disse...

estamos a falar do mesmo?

Augusto Emilio disse...

Caro Sr. Andrade

Admiro a sua fidelidade canina, e o pouco espirito crítico e de razoabilidade, no sentido em que é preciso ser destituido de qualquer vontade de reacção para seguir dessa forma o chefe do governo para onde quer que este o leve, o que o torna um excelente operário.
Já o pão meu caro, foi fornecido pelo percurso da História e pelo trabalho de vastas gerações de portugueses. Quando muito, pelo estado português actual e pelo povo de Portugal. Esse senhor que lhe roubou o coração, é apenas um representante eleito para defender os direitos de todos nós, não o nosso pai (pelo menos não o meu).
Se a censura é boa ou má, só depende da sua apetência pelo totalitarismo ou pela liberdade, que é uma questão da sua preferência que não vou comentar.

Bem-haja!