sexta-feira, setembro 14


LOBOS LUSITANOS




"Não me importo de não saber as regras.
Não me importo que joguem com as mãos.
Não me importo que a bola não seja uma bola.
Não me importo que os defesas ataquem e os atacantes defendam.
Não me importo que só passem para trás.
Não me importo que chutem sempre por cima da trave.
Não me importo que gritem ensaio e não golo.
Não me importo que agarrem os adversários.
Não me importo que os façam cair nem que os pisem.
Não me importo que não discutam com o árbitro.
Não me importo que andem sempre no chão.
Não me importo que façam placagens baixas. Ou altas ou onde for.
Não me importo que usem plástico nos dentes e borracha na cabeça.
Não me importo que sejam quinze.
Não me importo que usem aqueles calções.
Não me importo que andem ao colo uns dos outros.
Não me importo que precisem de pilares.
Não me importo que tenham nomes como talonador.
Não me importo que se juntem todos para fazer uma mellée.
Não me importo que os avançados venham aos packs.
Não me importo que chutar a bola para fora possa ser uma jogada brilhante.
Não me importo que o árbitro fale muito.
Não me importo que haja um vídeo-árbitro.
Não me importo de nunca ter ouvido falar em ruck ou em maul.
Não me importo que as equipas tenham asas.
Não me importo que haja um médio de formação com elevada formação, ou que o médio de abertura sirva para fechar.
Não me importo que depois de um ensaio ainda castiguem o adversário com um penalty.
Não me importo que não digam banalidades.
Não me importo que não apareçam na primeira página.
Não me importo que não haja um figo porque há três uvas.
Não me importo que tenham perdido com a Escócia e muito menos me importo que percam com a Nova Zelândia.
Nada disto me importa. Quando me voltarem a perguntar o que é ser português já tenho um vídeo para mostrar. Obrigado."






Nuno Presa Cardoso, in Expresso

2 comentários:

besta mecanica disse...

BRAVO!

Cristina disse...

Não me importo nada que tenha escrito o que escreveu, e importo-me muito que haja quem não perceba nada do que disse porque estamos cada vez mais a consumir "ignorância" importada e Made in Portugal, pelos nossos media.

Só queria era ter um minuto desse video...