quinta-feira, julho 20


Maria de Lurdes Rodrigues e a trapalhada dos exames nacionais



Apesar do título do post e, ainda que no contexto da reunião de assembleia convocada pelo PSD sob o pretexto de debater e exclarecer o país (nomeadamente pais e alunos) acerca das decisões, no mínimo, polémicas da ministra da educação, o deputado do CDS, Diogo Feio, fez notar, no exame de história, algo que achei curioso e que, embora fuja à questão fundamental passo a transmitir:



Ditadura
do Lat. dictatura, s. f., cargo ou dignidade de ditador; sistema político em que o poder se concentra nas mãos de um indivíduo, de um grupo, de uma assembleia, de um partido ou de uma classe e que suprime as liberdades individuais; fig., despotismo; excesso de autoridade.



No referido exame surgia uma pergunta intitulada de A Europa das Ditaduras (1919-1939), e que pedia para esclarecer acerca dos quadro político europeu que o seguinte mapa ilustra:




De resto a trapalhada e incoerencia são tais que me abstenho de comentar até um esclarecimento (claro, para não dizer válido) por parte da ministra da educação ou, mais que não seja, de um outro membro do governo.

10 comentários:

Thoth disse...

Pelos vistos, na história, umas são mais ditaduras do que outras?

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Com trapalhadas destas, que educação poderemos esperar para o nosso país?

Vera disse...

Pois...esse é um problema "político" no exame de história...agora vejamos exames de economia A do 11º e digam-me se aquilo é feito por alguém que sbe falar português...as questões estão muitíssimo mal feitas se tivermos em conta as respostas da proposta de corecção! Aqueles exames não testavam conhecimentos de economia, eram só apra ver quem acertava nos critérios de correcção. Deve ter sido feito por pessoa com muito amau português. E a ministra devia ter vergonha e demitir-se. Estava nervosa na assembleia porque sabia quetinha cometido muitas falhas, e na educação essas falhas quem paga caro são so estudantes. E sem educação não vamos a lado nenhum...a ministra atrapalha o país.

pvnam_2 disse...

--->>> Não sejas um PARVO IDIOTA ÚTIL ao serviço do Interesse Judaico: o EXTERMÍNIO da Identidade Étnica Europeia (e, em particular, da Identidade Ariana Europeia).
--->>> ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS... reivindica o LEGÍTIMO Direito ao Separatismo:
VER: SEPARATISMO-50
[ A constituição de Espaços Reserva Natural de Povos Nativos ]


ANEXO 1:
Depois da acção de extermínio cometida por Arianos sobre Judeus [na 2º guerra mundial], os Judeus planearam a sua Vingança sobre os Arianos.
Mas acontece que "a Vingança é um prato que se serve frio".
Ou seja, a vingança não é concretizada no imediato, mas sim, no LONGO PRAZO.
Os parvos que acordem:
-> como o Separatismo vai permitir o SALVAR da Identidade Étnica Europeia (e, em particular, a Identidade Ariana Europeia), agentes judaicos infiltrados nos Movimentos Nacionalistas Europeus procuram - a todo o custo - IMPEDIR que os europeus venham a reivindicar o Separatismo.


ANEXO 2:
--- Não é difícil de perceber que a única forma de SALVAR a Identidade Étnica Europeia é o SEPARATISMO:
--->>> Exemplo 1: Cada vez mais mulheres europeias procuram machos de melhor qualidade sexual: por exemplo, africanos.
--->>> Exemplo 2: Cada vez mais homens europeus procuram fêmeas economicamente fragilizadas [mais dóceis]: por exemplo, mulatas brasileiras.
--->>> Exemplo 3: Existem Povos(Raças) que estão numa ‘CORRIDA DEMOGRÁFICA’ pelo controlo da Europa: um exemplo: existem franceses – de origem Árabe – com 10 (e mais) filhos... para aproveitarem as medidas de incentivo à natalidade do Estado Francês.

Demokrata disse...

Com exames e manuais escolares destes não é de admirar que nestes últimos anos o marxismo tenha crescido de uma forma quase exponencial.

P.S.:Quando andava na escola também sofria uma enorme pressão só pelo facto de não ser de esquerda, nomeadamente dos bloquistas. Mas o curioso é que a maioria deles tinha bastante mais dinheiro do que eu e do que a maioria das pessoas.

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Caro demokrata:
Não sabe que é chique ser beto radical!? Os verdadeiros "duros" ainda estão no PCTP/MRPP! :)

Para quem se interessa por política espanhola, vejam post de 24/07 no Condado.
www.condadosebastianista.blogspot.com

jacobino disse...

pvnam_2 disse: "Exemplo 1: Cada vez mais mulheres europeias procuram machos de melhor qualidade sexual: por exemplo, africanos."
ah ah ah ah ah! fala por ti, meu impotente estigmatizado, racista de merda.

de resto qual é a vossa indignação:
1. que os regimes alemão e italiano sejam considerados ditaduras?
2. que o salazar e o franco não sejam considerados fascistas ou pró-fascistas?
3. que o regime comunista não seja considerado ditadura?

se fosse SÓ uma questão semãntica, eu percebia mas vinda de quem vem, lá está o estigma do fascista perseguido...
que anacrónica, padeira, e que ridicula... ainda tens medo que os russos te entrem pela porta, é?
get a life.

Mestre de Aviz disse...

É uma questão de justiça.

Ze do Telhado disse...

É mais do que uma questão de semântica. Trata-se de chamar os bois pelos nomes. Não podem haver dois pesos e duas medidas.

Vera disse...

Oh, isso é porque há comunistas a fazerem exames!
Uma vez escrevi um texto apra economia sobre a europa de leste. E referi-me a alguns países como antigos membros de uma ditadura comunistas....resposta da professora: Oh Vera, tenha cuidado, se for um professor comunista a corrigir-lhe a prova de exame pode não achar correcto e isso influencia-lhe a cotação!
Por aí, estão a ver...tem que se agradar a um possível professor comunista para ter boa nota.